1. Pescando

Uma águia-americana arrasta um peixe pela superfície do rio Susquehanna, nos Estados Unidos. A ave — que é símbolo do país — pode viver até 20 anos e as suas asas podem superar os 2 metros de largura. O registro foi captado pelas lentes do fotógrafo Eric Esterle no final do dia, quando o sol, refletido na água, conferia a ela tons alaranjados.
(Reprodução/National Geographic)

2. A ascensão da fênix

Na vida selvagem, um dia é da caça e outro, do caçador — e esta outra imagem feita pelo fotógrafo Eric Esterle ilustra perfeitamente esta realidade. No registro acima, você viu uma águia-americana adulta, toda faceira, com um peixe preso em suas habilidosas garras; agora, você vai ver uma jovem ave da mesma espécie tendo que abortar a sua próxima refeição depois de notar uma águia mais velha e experiente se aproximando dela.
(Reprodução/National Geographic)

3. Corrida de touros

Pacu Jawi é uma competição realizada em Padang, na Indonésia, na qual os competidores, acoplados a uma dupla de touros, precisam percorrer uma distância de cerca 30 metros sobre um lago lamacento. A atração, que também é disputada por fotógrafos do mundo todo — como foi o caso do autor desta imagem, Yh Lee —, voltou a adquirir importância nos últimos tempos e tem ajudado a movimentar a economia desta cidade costeira, localizada na ilha de Sumatra. 
(Reprodução/National Geographic)

4. Terraços de arroz

Uma maneira milenar de cultivar grãos ganhou destaque no concurso promovido pela National Geographic: são os arrozais em terraços da ilha de Flores, na Indonésia. A imagem foi feita por Wendy Sinclair.
(Reprodução/National Geographic)

5. Abraço de urso

Aqui temos o registro fofo de um abraço entre ursos-pardos feito pelo fotógrafo Aaron Baggenstos, no Parque Nacional de Katmai, no Alasca, nos Estados Unidos. A área é considerada um dos melhores lugares para fotografar os animais da espécie.
(Reprodução/National Geographic)

6. O espírito da Tundra

Outro clique de Aaron Baggenstos foi destacado pelo júri do concurso fotográfico: trata-se do voo rasante de uma coruja-das-neves sobre o solo de vegetação rala da tundra — bioma típico do Hemisfério Norte. Ele considera o seu registro um grande feito, já que capturá-las enquanto voam é um desafio praticamente impossível.
(Reprodução/National Geographic)

7. Vamos ao piquenique

Do Parque Nacional de Yellowstone, no Noroeste dos Estados Unidos, vem a seguinte imagem, clicada pelo fotógrafo Qian Wang. Segundo ele, a oferta abundante de comida faz desta região um lugar perfeito para os animais da fauna local fazerem uma boquinha. 
(Reprodução/National Geographic)

8. China selvagem

Embora tenha experimentado um crescente processo de urbanização nas últimas décadas, a região Leste da China ainda conserva paisagens bucólicas que provocam tranquilidade só de olhá-las. Uma delas fica nas proximidades de Guilin e foi capturada pelas lentes da fotógrafa Kion J.
(Reprodução/National Geographic)

9. A migração de gnus

Um dos eventos mais incríveis da natureza, sem dúvidas, é a Grande Migração sobre o Serengeti, um ecossistema encontrado no Leste da África, mais especificamente ao Norte da Tanzânia e Sudoeste do Quênia. Durante o ano inteiro, milhões de animais participam de um verdadeiro êxodo em busca de comida. Entre as muitas espécies que por ali passam estão os gnus, como mostra este registro espetacular feito pelo fotógrafo Hugh McCrystal. 
(Reprodução/National Geographic)

Nenhum comentário:

Postar um comentário